Uma Patricinha De Poses E Dire O

Tirando fotos de ensaio teórico Como fazer geléia de fotos em casa

Hábitat espiritual e moral (tanto na forma de morais públicas, como ao nível intesubjektivny — como a manutenção pessoal intra de espiritual e valores morais, normas, ideais, significações de vida humana);

Unidade da análise de uma situação — o problema que exige a decisão dentro do projeto específico. Este conceito do desenho tem alguns valores. É necessário entender como um problema, em primeiro lugar, certas dificuldades objetivas, barreiras, os fatos de preocupação (aspecto quantitativo). Em segundo lugar, o problema deve considerar-se e em outro avião — como o resultado de compreensão, compreensão de uma situação, visão nela certa contradição a que permissão o programa desenvolvido tem de dirigir-se. Neste caso o problema é a discrepância consciente verdadeira e desejável, verdadeira e devida, os objetivos e resultados, isto é verdadeira situação e aceito na sociedade de representações padrão e instruções (aspecto qualitativo).

Hábitat social e psicológico (caráter das relações interpessoais do ambiente imediato, formas e caminhos de atividade conjunta de pessoas — a sua produção e família, relações formais e informais e as relações);

A situação de problema — esta contradição que não tem a decisão inequívoca que reflete a verdadeira interação do sujeito e o seu ambiente, uma proporção de circunstâncias aversas e condições em que atividade da pessoa ou grupo social, esta preocupação se desenvolve nestes ou aquelas esferas de atividade do sujeito de prosperidade: pessoa, grupos socialmente demográficos, étnicos, profissionais e outros da população, sociedade em geral, região. A análise de uma situação executa-se pela identificação de problemas típicos em esferas políticas, econômicas, sociais e demográficas, ecológicas e outras de vida. Os seus aspectos privados: a situação sociocultural — caracteriza-se pelos problemas correspondentes — prosperidade; a situação de vida — fixa a medição individual e pessoal da vida e vem à luz pela análise de problemas pessoais que, à sua vez, definem os conteúdos e a natureza da atividade e comportamento da pessoa em certas circunstâncias. Entre agudeza da experiência de problemas pessoais e motivos da participação da pessoa nestes ou aquelas esferas e os tipos da atividade de prosperidade lá é uma conexão direta — a condição de um descontentamento da pessoa com circunstâncias, significantes para a sua atividade, estimula a atividade sobre a modificação de uma situação, inclusive com meios da atividade de prosperidade.

as respetivas esferas de atividade onde os componentes principais de um caminho da vida de vários sujeitos socioculturais se formam e se realizam (valores, motivos e os objetivos de atividade, potencial humano, etc.).

No decorrer do cálculo prévio estudar de uma situação e o desenvolvimento de caminhos alternativos da solução de problemas em primeiro lugar é importante alocar aqueles elementos do ambiente sociocultural, as esferas da atividade e um caminho da vida que pode e tem de modificar-se. Por meio disso as bordas de situação nas quais lá é possível uma solução devida comprimir com os elementos de condições vitais que cedem a regulação e transformação fixam-se. Depois que a alocação destes elementos dentro dos caminhos hipotéticos de projeto da sua modificação propositada e transformação delineia-se.

Assim, a análise de uma situação de problema é geneticamente primária em relação a uma etapa de desenvolvimento da parte substancial do projeto. Como a garantia da permissão de uma situação de problema a sua transformação criativa em um objetivo e o sistema de tarefas segundo as quais a ideia do projeto nasce os serviços e os modelos possíveis de futuras decisões constroem-se.